sábado, 2 de março de 2013

Tentando ser uma mãe organizada #2



Seguindo na luta para tentar me transformar numa mãe organizada, ou próxima disso, cheguei à conclusão que por mais que lute a quantidade de brinquedos dificilmente será razoável. Meu filho tem brinquedos demais. E não somos nós quem criamos esta situação já que presente aqui em casa só em data especial. Acontece que ele acaba ganhando mais presentes da família e amigos do que gostaríamos. Não tenho tanto espaço para brinquedos. E ainda que tivesse não vejo como saudável acumular tantas coisas aos 5 anos de idade.  Venho conversando com o pequeno e tentando explicar que ele não tem necessidade de tanto. É claro que o apelo da publicidade saí sempre ganhando a discussão e criando na pequena cabecinha mais e mais necessidades irreais de brinquedos. Além de ser firme com ele, as saídas que tenho encontrado são:

1- Verificar sempre os brinquedos e ir retirando - para doação ou venda no brechó - aqueles que já não estão adequados à faixa etária, os duplicados e com os quais ele não brinca mais;

2- Abusar das caixas organizadoras - e organizar efetivamente os brinquedos dentro delas, separando itens por tipos.

3- Incutir desde cedo a máxima " Tirou, brincou, guardou" para que a arrumação não vá pelo ralo em menos de 15 minutos. Criar uma criança organizada dá trabalho. As crianças aprendem pelo exemplo. Se você pega uma coisa, usa de deixa por aí, eles farão o mesmo e não adianta brigar. A saída é ir se policiando e conversando com as crianças sobre como é bom saber onde estão as coisas. 

Abaixo algumas ideias inspiradoras tiradas do Pinterest que podem ser usadas no quarto das crianças:

Caixas de todos os tamanhos deixam tudo no lugar
Um armário pequeno com lugar para tudo

Aqui as caixas foram transformadas em gavetas com etiquetas.

Uma caixa simpática com rodinhas para os bonecos



E por aí, brinquedos demais também? Como vocês se viram?





4 comentários:

  1. Oi Vanessa,por aqui também muitos brinquedos e livros,mas eu ainda não consegui fazer as minhas filhas brincarem ou lerem e guardar,deixam tudo espalhado,já conversamos, mas não resolveu eu também tento não deixar nada espalhado para dar o exemplo.Agora vou seguir as tuas dicas e ver se funciona,acho que quanto mais colorido for as caixas ou gavetas mais fácil e divertido fica de organizar a bagunça.Obrigada pela dica.abraços

    ResponderExcluir
  2. Querida, adorei estar aqui hj!
    Venha conhecer meu Projeto Março, uma surpresa por dia, uma Projeção de uma grande Mulher por dia!
    bjs Sandra
    http://projetandopessoas.blogspot.com.br//

    ResponderExcluir
  3. Vanessa com a chegada da segunda filha aprendi a ensiná-la sempre falando em voz alta tudo o que estava fazendo.Um dia com 3 aninhos ela me surpreendeu dizendo:- Vô lavá bem a mãozinha pra não come micóbrios e não ficar duente!
    Juntando as palavras e as ações fica mais fácil para a criança entenderem os significados das coisas que dizemos. Adorei os "jeitos" de organizar.

    ResponderExcluir
  4. Aqui em casa não temos muito espaço e temos muitos brinquedos, pois são três de cada leva, cada filho ganha um , a Baby por ser menina tem as bonequinhas que ficam em cima do raque, uma caixa pra " utensílios da cozinha" e uma caixa para os demais brinquedos. Os meninos tem um baú eles só tem direito de terem os brinquedos que couberem nele, tem uma caixa de jogos e uma caixa para os livros. Todo ano fazemos uma limpeza jogando fora os quebrados e doando os que não servem mais. E assim nós vamos!!!

    ResponderExcluir

Comente, debata conosco, deixe sua opinião. Mãe é tudo igual agradece.

Web Analytics ▲ Topo