sexta-feira, 20 de maio de 2011

Ser mãe é complicado…

puzzle2
Ah, como é complicado. Ou isso ou o meu filho que é complicadinho. Menino de lua,  #aos3 ele muda de opinião como eu mudo de canal e muitas vezes eu não conigo lidar muito com isso. Fico me perguntando: “Será que esse menino pirou?” O pai, que é bem mais tranquilo que a mãe, costuma dizer que é assim mesmo. Que é por isso que quando uma pessoa não fala coisa com coisa a gente diz que está agindo como criança. Ahhhh, tá, como criança. Essas alterações de humor não são diárias , mas quando acontecem me deixam pensativa.

É que eu fui criança há muito , muito tempo. Melhor nem comentar. Tento investir neste argumento e começo a conversar com ele como se eu também fosse uma criança. Pasma, constatei que, quase sempre dá certo.  Digo quase porque o menino é mesmo de lua, se ela estiver no minguante , é sentar e rezar. Ontem fui buscar ele na escola e o encontrei bem , alegre e disposto. Foi chegar em casa para o berreiro começar, chorando por tudo e por nada. Minha mãe diz que isso é dengo, mimo ou qualquer outra coisa parecida. Eu continuo achando que pode ser apenas uma fase, achando e torcendo.

Fico me perguntando se todos são assim, tão voluntariosos ( para não dizer nervosinhos) como o meu, um virginiano cheio de vontades mas ainda assim meigo , sensível e de bom coração. E o quanto me custa para torcer o pepino sem maltratar seu euzinho em formação, dando carinho , atenção e reprimenda. Ô meu Deus , como ser mãe é complicado…

Este é só um esboço de artigo, aquele chamado desabafo, que deixo aqui nesta sexta feira, aproveitando para perguntar: é complicado para vocês também?

7 comentários:

  1. E bota complicado nisso!! Ainda bem que sou bem tranquila, masquase surtei essa semana..um dia que sai da rotina e suficiente pra zicar tudo e o menino dar a louca...
    Vai entende rsrrs...mas nao da pra ficar loge dessas coisas fofas!!

    ResponderExcluir
  2. É sim Vanessa. A Sophia tb tem dias que fica muito manhenta, ontem mesmo foi assim: queria comer uma coisa, mas tb queria colinho. E eu tentando explicar que pra fazer o que ela queria não podia pegar no colo. Daí, choradeira. Ai meus sais! Mas eu noto que estas alterações são sempre sinal de cansaço da chegada da escolinha, ou um pouco de saudade, de reclamação mesmo. Então sento no chão e convido pra desenhar ou fazer outra coisa. Às vezes dá certo. Às vezes não. Às vezes eles ficam muito bi-polares mesmo. Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Pois é...tb tenho um virginiano cheio de vontade em casa, nervosinho quando lhe respondem com um não. Me dei conta lendo este artigo de que meu virginiano que tb é meigo e de bom coração vai completar 23 anos este ano!!Nossa!!Como o tempo corre!!
    Mas posso dizer com o peito cheio de orgulho, que apesar das birras, bicos e mudanças de humor, ele se tornou meu grande companheiro. Damos boas gargalhadas juntos,vamos ao mercado, choramos, conversamos, temos o dia de assistir filme, adoramos ouvir música juntos(acho que deixei uma herança musical para o rapaz),me da o maior apoio naqueles momentos dificeis de doença. E hj quem faz biquinho e birra sou eu quando ele diz: Mãe hj é dia de ficar com a minha namorada!!

    ResponderExcluir
  4. Vanessa tou com teu marido na opinião: isso é coisa de menino!!! Tem dia que estão super-mega Oks, participam de tudo, querem ler, se alimentam sozinhos, vão para a roda de conversa, fazem as atividades, é o céu! No outro querem colo o dia todo, choram por qualquer coisa, pedem para a gente da na boca (eu adoro esses momentos #saldadesdogrupo1), não querem fazer nada... Se vc pergunta o que foi eles choram... Enfim, criança é gente e também tem seus dias de sol, chuva, tempestade e tudo o mais... A nós resta ter paciência e entender!

    ResponderExcluir
  5. Não é fácil, eles tentam, mas nossa autoridade ainda é maior e a exigência do respeito é permanente.Mas são jovens adolescentes, e o meu é virginiano também...é querido, fofo e amado, mas quando quer algo, ele insiste, mas nada como um "não" de vez em quando´.É companheiro!!!
    Nesta idade de 13 anos, tudo é "chato" e "não tem nada para fazer"...
    Paz e bem

    ResponderExcluir
  6. Estou passando a mesma fase por aqui. Tudo é um drama! Outro dia corri para o banheiro, necessitava que estava, e a crise do choro foi porque eu cheguei primeiro(?!). Minha madastra diz que ao três é isso mesmo. Vai ver eles estão oficialmente deixando a fase de bebê e virando criança e deve ser a "adolescência" deles nesta fase... Mistééééério.

    ResponderExcluir
  7. É sim Vanessa. A Sophia tb tem dias que fica muito manhenta, ontem mesmo foi assim: queria comer uma coisa, mas tb queria colinho. E eu tentando explicar que pra fazer o que ela queria não podia pegar no colo. Daí, choradeira. Ai meus sais! Mas eu noto que estas alterações são sempre sinal de cansaço da chegada da escolinha, ou um pouco de saudade, de reclamação mesmo. Então sento no chão e convido pra desenhar ou fazer outra coisa. Às vezes dá certo. Às vezes não. Às vezes eles ficam muito bi-polares mesmo. Beijos.

    ResponderExcluir

Comente, debata conosco, deixe sua opinião. Mãe é tudo igual agradece.

Web Analytics ▲ Topo