quarta-feira, 12 de maio de 2010

Cor-de-rosa para meninas



Vocês já repararam  como as meninas hoje em dia andam cada vez mais cor-de-rosa? Quando eu era pequena, pelo que me lembro, ainda não tinham inventado o rosa. Pelo menos não o rosa obrigatório para meninas. As meninas, femininas ou não ,  eram de todas as cores. Tudo bem, eu sei que " quando eu era pequena" é um tempo muito,  muito pretérito mas, ainda assim, naquela época existiam meninas. Curioso é que hoje, o rosa é praticamente uma ditadura para as pequenas. Poucas conseguem vencer a obrigatoriedade do rosa padrão.

Outro dia, numa festinha infantil, conversando com uma das mães sobre nossos filhos, este assunto inesgotável, perguntei qual era a sua filha e ela respondeu : " Ah, é fácil de achar, uma de rosa da cabeça aos pés" Olhando em volta tive sérias dificuldades pois só pude ver meninas de cor-de-rosa, da "cabeça aos pés." Isso acontece com crianças de todas as idades. Na escola,  pelas mochilas, concluímos que as meninas usam as da Barbie e os meninos todas as outras. Isto, parece, dá mais liberdade aos meninos. Afinal, eles podem ser o que quiserem, já as meninas só podem ser rosa, sob o risco de não parecerem meninas. Será isso?

Já existe um movimento inverso a este tipo de comportamento. Algumas gestantes avisam que não querem roupas rosa ou azul nos chás de bebês. Algumas mães procuram vestir as crianças de crianças e não de pantera cor-de-rosa 24 horas por dia. Toda menina quer ser princesa ao menos uma vez na vida, mas todos os dias...será que não cansa? Viver num mundo monocromático não será prejudicial? Posso estar exagerando, mas feminilidade não tem cor e as princesas talvez fiquem felizes em conhecer o resto do arco-íris.

* imagem do blog Tudo Rosa


12 comentários:

  1. À espera da Mariana tenho sim uma vontade incontida de comprar vestidos, sandálias, lacinhos, tudo muito cor-de-rosa, depois de 4 anos usando no Leo todas as outras cores que não fossem essa, mas tbm não quero um guarda-roupas monocromático, quero muito lilpás, verde, laranja e turquesa... acho que nosso mundo feminino não se resulme somente ao pink e rosa! Já te linkei no Gestando Sonhos. Beijocas amiga.

    ResponderExcluir
  2. Se tivesse menina com certeza não compraria nada rosa!
    Me irrita essa coisa de tudo rosa.
    Seria lilás, verde,amarelo e azul! Pq não?
    Meu menino usa vermelho, verde, marrom, algumas coisas azuis.
    No meu guarda-roupa não tem nada rosa. Não fica bem em mim.
    Se a cinderela vestisse vermelho não ficaria mais linda? Rs
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Eu estou grávida e tenho certeza de que o quarto do meu bebê, se for menina, não será rosa, acho q é trauma de infância, já que o meu era rosa. Também fico pensando se esse pink revolution não faz algo para as meninas...bom, mas o negócio é que com muito rosa ou não, temos que ensinar as meninas que no mundo existem outras cores e que meninos, azuis ou não, também são legais.
    Bjinhos

    ResponderExcluir
  4. Quero tanto ter o meu baby!!!
    se for menina será uma bonequinha!!

    bj

    ResponderExcluir
  5. Vanessa, eu sempre falei para todo mundo que detesto rosa e que se quiserem dar uma roupa de menininha pra Laura que seja roxo ou lilás! A maioria das pessoas respeita, mas mesmo assim ela tem muita coisa rosa, e só com um aninho!!! O quarto dela é do Pequeno Príncipe, poranto, não tem nada rosa! Enquato eu puder vou escolher a cor... rsrs Adorei um site chamado Pink Stinks que faz uma campanha exatamente contra a ditadura do rosa para as meninas.

    http://www.pinkstinks.co.uk/

    ResponderExcluir
  6. Apesar de não ter filhas, tenho bastante preoupação com essa imposição do rosa para meninas, afinal, é com elas que meus filhotes se relacionarão no futuro. Reproduzi um texto muito interessante falando sobre o assunto http://futurodopresente.com.br/blog/index.php/2010/01/overdose-de-rosa/, recomendo a leitura.

    ResponderExcluir
  7. Não sou favorável a ditadura do rosa, assim como dos babados e pior, dos modelitos mini-adultas. Porém, vale ressaltar que o rosa tem seu valor sim na infância da menina, pois depois, quando crescemos, viramos quase sempre escravas do preto, certo?

    www.maesomudadeendereco.zip.net

    ResponderExcluir
  8. olha, se eu falar aqui que estou com um casaco cor-de-rasa, e olha que já sair da infância faz...um tempão, pra encurtar a conversa.Será que o uso exagerado pode causar algum disturbio, sei lá, olha o meu caso. Quero por quero usar rosa, quando sei que já não é legal.

    ResponderExcluir
  9. q nada... AS MENINAS DO GALO agora só usam rosa tb!!!

    ResponderExcluir
  10. tenho muito muito medo e confesso que suspirei de alívio quando descobri q estava esperando um menino. pelo menos nesse ponto.
    porque o menino tem essa coisa de azul, mas não é tão escancarado.
    e quando cresce, o menino não fica pedindo: "mãe eu quero uma roupa azul, um tênis azul, uma mochila azul".

    mas rola a febre dos bichinhos e dos números estampados.
    estamos todos fritos! ahahhahah

    ResponderExcluir
  11. Hum
    Eu usei muito rosa, lembro dos vestidos que minha avó mandava fazer pra mim quando criança, eram sempre em tons de rosa, magenta e rosa bebê...ehehehe
    nunca liguei muito pra isso, mas acho que a moda pra meninos, em termos de estilos, é muito igual. Assim como há a hegemonia do rosa pras meninas, há a hegemonia das camisetas machão e bermudões pros meninos. Isso me irrita um pouco, sabe? Porque mesmo tendo essa "liberdade" de cores pra eles, não há liberdade de estilos - reparem bem nas ruas, parece que os meninos estão fadados a usar uniformes sempre, mesmo fora da escola. Sempre que vou comprar roupas pro Arthur procuro estilos diferentes, como camisetas com capuz, jardineiras, até mesmo estampas diferentes, pra mantê-lo meio fora desse mundo todo igual. No fim, acho que cada sexo tem sua bola de ferro...ehehehe
    Beijo grande!

    ResponderExcluir
  12. Apesar de não ter filhas, tenho bastante preoupação com essa imposição do rosa para meninas, afinal, é com elas que meus filhotes se relacionarão no futuro. Reproduzi um texto muito interessante falando sobre o assunto http://futurodopresente.com.br/blog/index.php/2010/01/overdose-de-rosa/, recomendo a leitura.

    ResponderExcluir

Comente, debata conosco, deixe sua opinião. Mãe é tudo igual agradece.

Web Analytics ▲ Topo